guia, santiago road, compostela, peregrino, francês, português, trilha, informação

Maneira portuguesa

A versão em português do francês

El Maneira portuguesa Geralmente começa em duas cidades principalmente:

Lisboa

Porta

Estágios

Hoje partimos da cidade de Lisboa. Vale a pena chegar um dia antes da nossa partida para visitar esta magnífica cidade. Seguiremos o Caminho do Tejo, o caminho das setas azuis que guia o peregrino a Fátima.

Seguiremos o nosso caminho pela mão do rio Tejo, o Tejo para os espanhóis. Devemos lembrar que esta parte do Caminho Português, por não ser tão explorada, carece de estradas separadas das estradas. Portanto, devemos ter cuidado ao atravessá-los. Altamente recomendado o uso de colete refletivo.

Dia difícil e chato. É conveniente acordar cedo no tempo quente para evitar as horas mais difíceis. Note-se que nos últimos km 16 não teremos serviços para o peregrino, nem sombra. Portanto, precisamos ir com água e comida suficientes para chegar a Santarém.

O estágio de hoje será difícil novamente, percorreremos campos de milho e vinícolas. Devemos estar muito atentos às setas amarelas e ter nosso aplicativo muito útil, pois há lugares onde podemos facilmente nos confundir.

Hoje vamos aproveitar o Caminho. Caminharemos por exuberantes florestas de eucalipto, trilhas de terra e ocasionalmente trechos de asfalto. Vale a pena chegar em breve a Tomar para visitar o Castelo e o Convento.

No estágio de hoje, percorreremos seções muito diferentes. Desde trilhas que seguem o rio, áreas de pinheiros e azinheiras, e várias áreas de cultivo que variam de oliveiras a áreas de pomares e árvores frutíferas. Será um estágio difícil em que parte da rota passará pelo asfalto.

Na etapa de hoje, caminharemos por uma antiga estrada romana. A estrada será pedregosa em áreas e isso nos custará um pouco mais. Na etapa de hoje para quem não quer estender até Rabacal pode passar a noite em Alvorge.

Hoje temos uma surpresa, a estrada corre principalmente por terra. Embora ainda tenhamos pequenas seções de asfalto. Passaremos por Conimbriga, onde podemos visitar suas ruínas romanas. Se quisermos, podemos passar a noite no albergue particular que esta cidade possui.

Hoje a partida de Coimbra será um pouco chata. Mas depois de deixar a cidade, caminharemos por trilhas, estradas e em algumas seções algumas trilhas de areia. Podemos aproveitar o "variedade ” oferecido pelos restaurantes na área, oferecendo-nos principalmente leitão.

E o dia chegou. Se acreditássemos que as etapas anteriores foram difíceis e chatas. Hoje vem a mãe de todos eles. Estrada, propriedades industriais sem fim ... e a companhia de milhares de veículos. Como conclusão positiva, temos a cidade de Agueda, que possui o maior lago natural da Península Ibérica.

Estágio para descansar. Não é um estágio que oferece algo especial. Teremos duas saídas possíveis de Águeda, uma por estrada e a outra atravessando a área industrial. Quando chegamos à Albergaria a Velha, podemos decidir se vamos ficar aqui ou continuar na Albergaria a Nova, que tem um albergue particular.

Um estágio curto que podemos estender se quisermos que mais alguns quilômetros da 9 cheguem a São João da Madeira. O mais interessante do dia será a caminhada pela área antiga de Bemposta.

Se ontem decidimos estender o dia hoje, teremos uma etapa de cerca de 20 km. Caso contrário, teremos um longo estágio, mas não alcançará o km 30. Já sentiremos a proximidade do Porto, onde o Caminho mudará. A mudança nos dará uma escolha se continuarmos ao longo do Caminho da Costa ou do interior.

O palco de hoje nos convida a visitar a maravilhosa cidade do Porto. Onde, para além da sua cultura, pontes, igrejas, ... podemos desfrutar de um ambiente muito diferente de Lisboa. Altamente recomendado para experimentar a Francesinha, prato típico desta cidade.

Se decidimos continuar na Estrada Interior, um dia sem grandes marcos nos espera. Alguns peregrinos escolhem deixar o Porto de metrô. Vamos deixar a escolha de cada um.

Hoje desfrutaremos de uma paisagem muito diferente de ontem. Hoje vamos passar por pequenas aldeias portuguesas que abrirão suas portas com sua hospitalidade marcada.

Hoje vamos conhecer as primeiras subidas do Caminho. Aluna será mais inclinado, mas nada que não possamos superar. Sendo uma etapa de longa distância, quase 35 km, se desejar, podemos dividir a etapa em duas noites na Casa da Fernanda, em Vitorino dos Piaes.

Hoje teremos um palco para descansar do longo dia do dia anterior. Somente o 17 km nos separa de Rubiaes. Superaremos os custos ímpares que serão difíceis para nós, mas nada que não seja passado passo a passo. Deve-se notar que teremos apenas serviços no Codecal, portanto valerá a pena recarregar as forças e a água no bar desse município.

Hoje vamos encontrar alguns peregrinos que vêm do Caminho ao longo da costa. Valença do Minho é um final de fase muito clássico antes de entrar em terras espanholas. Embora se preferirmos, podemos ir para Tui, onde uma cidade bonita também nos espera. Será um estágio tranquilo de poucas e moderadas encostas.

Na etapa de hoje, oferecemos a versão mais curta, embora para quem deseje possa estendê-la a Redondela, percorrendo assim os km 32. Teremos uma escalada interessante do albergue Mos à capela Santiaguiño (caso optemos pela opção longa, se não a escalada nos aguardará no dia seguinte).

Se decidirmos fazer o dia curto ontem, outro muito semelhante nos espera. Encostas suaves e paisagens muito semelhantes. A ascensão de que falamos ontem à capela de Santiaguiño será a única coisa importante a ser analisada nesta etapa.

Hoje será um dia tranquilo, embora comecemos a sentir a presença de peregrinos a que não estamos acostumados. Nos horários de verão, o albergue de Pontevedra, que fica na entrada da cidade, fica cheio em breve. Portanto, é conveniente estar em um bom momento.

Hoje, aqueles que desejam retornar à solidão do Caminho podem decidir se seguem o Caminho Oficial ou partem para a Variante Espiritual. Um caminho que lembra a possível passagem dos restos mortais do apóstolo até sua chegada a Santiago. Altamente recomendado para quem procura tranquilidade. O restante continuará de mãos dadas com a estrada nacional até chegarmos a Caldas de Reis. Uma cidade famosa por seus spas de águas termais.

O Caminho nos dá o que é talvez o cenário mais bonito em termos de paisagens. Teremos a opção de dormir em Padrón, famosa por seus pimentões. Ou saia do caminho para aproveitar a hospitalidade do convento de Herbón.

Finalmente, temos de percorrer áreas mais urbanas e asfaltadas em grande parte. Passaremos por numerosas aldeias, bairros para finalmente entrar em Santiago. A entrada do Caminho Português pode não ser tão gloriosa quanto os franceses, mas sem dúvida sentiremos a proximidade do apóstolo ao chegarmos à Plaza del Obradoiro.

Pontos de interesse

guia, estrada santiago, compostela, peregrino, estrada francesa, estrada portuguesa, estrada santiago, informações sobre estrada santiago

Castelo de São Jorge

É conhecido como o castelo de São Jorge (em português, Castelo de São Jorge) até as ruínas de um castelo na colina de São Jorge, em Lisboa. Primeiramente conhecido simplesmente como Castelo dos Mouros, ocupa uma posição dominante na colina mais alta do centro histórico, proporcionando aos visitantes uma das mais belas vistas da cidade e do estuário do rio Tejo, o que faz o governo português Grandes esforços para preservá-lo.

O recinto do castelo tem aproximadamente 6000 m². O edifício consiste em várias torres e postos de controle, um fosso e dois grandes pátios.

Mosteiro de Santa Clara A Velha

O Mosteiro de Santa Clara de Coimbra, conhecido popularmente como Convento de Santa Clara-a-Velha, está localizado na margem esquerda do rio Mondego, na Fretense de Castelo Viegas; Pertencente à cidade, distrito e cidade de Coimbra, em Portugal, foi construído durante uma prova do estilo gótico em Portugal. A sua fundação, no final do século XIII, está inserida em um período de gradual aumento da influência e aceitação da Ordem dos Frades Menores em juízo e na sociedade portuguesa em geral.
guia, estrada santiago, compostela, peregrino, estrada francesa, estrada portuguesa, estrada santiago, informações sobre estrada santiago
guia, estrada santiago, compostela, peregrino, estrada francesa, estrada portuguesa, estrada santiago, informações sobre estrada santiago

Livraria Lello

A Livraria Lello (Livraria Lello), também conhecida como Livraria Lello e Irmão (Livraria Lello e Irmão) ou Livraria Chardron (Livraria Chardron), é uma livraria localizada no centro histórico da cidade do Porto, Portugal. Está localizado na Rua das Carmelitas144, perto da Torre dos Clérigos (um campanário de arte barroca, construído por Nicolau Nasoni).

Devido ao seu valor histórico e artístico, a livraria foi reconhecida como uma das mais belas do mundo por várias personalidades e entidades, casos do escritor espanhol Enrique Vila-Matas, do jornal britânico The Guardian e do editor australiano de guias. Viagem do planeta solitário.

Catedral de Tui

A catedral de Santa Maria de Tui é, juntamente com a co-catedral de Vigo, uma das sedes episcopais da diocese de Tui-Vigo, na Galiza, Espanha. A cidade de Tui está localizada no extremo sul da província de Pontevedra, próximo à fronteira com Portugal e é banhada pelo rio Minho. Em 1959, o nome original da diocese: “Diocese de Tui” foi modificado pelo da diocese de Tui-Vigo e a igreja colegiada de Santa María de Vigo foi designada co-catedral. A catedral de Tui é o expoente artístico máximo da cidade e está localizada na parte mais alta da cidade, em um castro (Tude) em uma colina.

guia, estrada santiago, compostela, peregrino, estrada francesa, estrada portuguesa, estrada santiago, informações sobre estrada santiago

Baixe nosso aplicativo